Início
Sexta, 18 Janeiro 2019
PESQUISAR
  CINEMA
  TEATRO
  MUSEUS
  LIVROS
  DISCOS
  OUTROS
  CONCERTOS
  TELEVISÃO
  TURISMO
  OUTROS
Concertos
"Fogo Posto" de João Godinho, em estreia nacional, no Festival do Estoril

A jovem pianista e professora, Joana Gama, de técnica brilhante, execução plena de emotividade, segura, revelando uma maestria admiravel. E não eram de facil execução e interpretação as peças que tocou.

João Godinho foi o compositor escolhido este ano pelo Festival do Estoril. A sua obra “Fogo Posto”, estreou com grande êxito em Granada, em Junho passado,  tendo sido nesta noite de 26 de Julho apresentada no Centro Cultural de Cascais, em estreia nacional.

Para além da peça de João Godinho, uma composição de fogosa harmonia, contrastando com a doçura da melodia e brilhantemente interpretada por Joana Gama, o concerto contou ainda com a execução de peças de Lizst, estamos no ano em que se comemora o bicentenário do seu nascimento, e de trabalhos de novos compositores.

Para os jovens compositores convidados deste ano, o piano e a relação de Lizst com o ambiente, eram os temas propostos.
Obras de Nana Forte, Andrea Padova, Vit Zouhar, Mateusz Ryczek e João Godinho foram ouvidas no cenário majestoso mas acolhedor do Centro Cultural de Cascais.
As peças destes compositores inspiravam-se todas em Lizst e na envolvência do ambiente que dmeonstra nas mesmas como é o caso dos Années de Pelérinage excelentemente interpretados por Joana Gama.

O Hardmusica não pode deixar de mencionar Joana Gama, uma jovem pianista e professora, de técnica brilhante, execução plena de emotividade, segura, revelando uma maestria admiravel. E não eram de facil execução e interpretação as peças que tocou.

Joana licenciou-se pela Escola Superior de Música de Lisboa e fez o mestrado em Évora sob a orientação de António Rosado e Benoît Gibson. Colabora com agrupamentos protugueses com o é o caso da Orquestra Metropolitana de Lisboa e distingue-se pela excelente técnica e pelo meticulosidade que coloca na sua execução.

De salientar que o Festival do Estoril, que integra as Semanas de Música, o Prémio de Interpretação El Corte Inglés e o projecto Mare Nostrum, tem direcção artística de Piñeiro Nagy.
Baptizado como “Mare Nostrum” desde 2003, este projecto permitiu apresentar mais de 50 novas obras no Festival do Estoril.

Nuno Côrte-Real será o compositor convidado pelo Festival do Estoril para participar no programa europeu MusMA de 2012,  Tiago Derriça representará Portugal em 2013, pode ler-se em notícia da Lusa.

A título de curiosidade acrescentamos que o MusMA, The Music Masters on Air, é um novo roteiro internacional de produção de música contemporânea inspirado no Projecto Mare Nostrum que começa hoje no Estoril.

Além disso, o MusMA reúne dez festivais europeus numa parceria com a União Europeia de Rádios e a Associação Europeia de Festivais, tendo como objectivo que cada festival encomende uma obra musical que circulará pelas restantes competições, incentivando deste modo à criação nos países envolvidos.




Zita Ferreira Braga



< Voltar

Registo

Actualidade
A nova introspecção de Jorge Molder

Foi na tarde de ontem, 05 de Dezembro, inaugurada “A Escala de Mohs”, a mais recente exposição fotográfica do artista plástico português.
Nelson Mandela morreu aos 95 anos na sua casa

Após vários meses em estado critico, Nelson Mandela, o mais emblemático resistente contra o Apartheid, morreu.
Não perca as grandes oportunidades do StockMarket

Está de regresso o Stockmarket, com os seus grandes descontos e oportunidades únicas para fazer um bom e sortido shopping.

 

Últimas notícias
RTP estreia "Os Filhos do Rock" retratando a década de 80
2013-12-08
Morreu Edouard Molinaro
2013-12-08
Júlio Resende encantou ao piano com temas de Amália Rodrigues
2013-12-08
 

 
© JORNAL HARDMUSICA. Todos os direitos reservados.
powered by Codezone