Início
Sexta, 19 Janeiro 2018
PESQUISAR
  CINEMA
  TEATRO
  MUSEUS
  LIVROS
  DISCOS
  OUTROS
  CONCERTOS
  TELEVISÃO
  TURISMO
  OUTROS
Teatro
"Marcha dos Ordenanças" lembra invasões francesas em Alpedrinha

A 29 de Maio de 2011 realiza-se em Alpedrinha, numa iniciativa do Teatro Clube de Alpedrinha, a "Marcha das Ordenanças" uma reconstituição dramática da chacina de que foram vítimas os habitantes desta terra quando invadidos pelas tropas francesas.  

Esta evocação histórica transformada em Marcha lembra a derrota sofrida pelos franceses a 01 de Fevereiro de 1811 , qundo form violentamente atacados na Serra da Maunça.

Dizem documentos históricos que "O General francês Maximilien Foy que se dirigia de Salamanca para Santarém, para se unir às tropas do General André Masséna, ao percorrer a Estrada Real ou Nova, que ligava a Enxabarda (Fundão) a Cardigos (Mação), é atacado por oitenta ordenanças de Alpedrinha, que sob o comando do Tenente-Coronel J.Grant, apoiados pelo povo das terras da Serra da Maúnça provocaram uma enorme mortante no exército francês".

Face a isto transcrevem-se as missivas do comandante inglês que relatam os violentos combates mas nunca falam da intervenção popular. Mas a tradição oral é mais forte e nada foi esquecido.

"Sede servido referir a S. Exa. o Comandante em Chefe, que ontem uma coluna do inimigo debaixo do comando do General Foy, consistindo em 3 mil cavalos e infantes, de Ciudad Rodrigo passou pela estrada nova, para se unir a Massena. Pernoitou aos 31 em Alcaria, junto ao Fundão. No primeiro deste mês tomei posto em um outeiro junto a esta aldeia, por onde o inimigo devia passar, tendo comigo oitenta ordenanças de Alpedrinha; fez-se-lhe um em dirigido fogo por duas horas, e terminou somente com a noite: o resultado foi, dezoito mortos na estrada, grande número de feridos e dez prisioneiros; vários dos feridos acharam-se mortos esta manhã, pela extrema inclemência do tempo: também se tomaram diversos carros de trigo, e considerável número de bois. Tendo mandado partidas para picar a frente e a rectaguarda do inimigo, tenho razão para pensar que ele deve ter sofrido consideravelmente antes de deixar a estrada nova; nós só perdemos somente um homem, com poucos cavalos feridos, entre eles o meu".
 
Esta é a Carta do Tenente-Coronel J. Grant, dirigida da Enxabarda ao Coronel D´Urban, em 2 de Fevereiro de 1811

Certo é que o general Foy (Maximilien Sébastien Foy) quando a 5 de Fevereiro se reuniu a André Masséna, chegou com 1800 homens, e ordens para retirar de Portugal.

É este episódio da História de Portugal que será recordado a 29 de Maio numa encenação do Ordenanças de Alpedrinha.




Zita Ferreira Braga



< Voltar

Registo

Actualidade
A nova introspecção de Jorge Molder

Foi na tarde de ontem, 05 de Dezembro, inaugurada “A Escala de Mohs”, a mais recente exposição fotográfica do artista plástico português.
Nelson Mandela morreu aos 95 anos na sua casa

Após vários meses em estado critico, Nelson Mandela, o mais emblemático resistente contra o Apartheid, morreu.
Não perca as grandes oportunidades do StockMarket

Está de regresso o Stockmarket, com os seus grandes descontos e oportunidades únicas para fazer um bom e sortido shopping.

 

Últimas notícias
RTP estreia "Os Filhos do Rock" retratando a década de 80
2013-12-08
Morreu Edouard Molinaro
2013-12-08
Júlio Resende encantou ao piano com temas de Amália Rodrigues
2013-12-08
 

 
© JORNAL HARDMUSICA. Todos os direitos reservados.
powered by Codezone