Início
Sábado, 01 Novembro 2014
PESQUISAR
  CINEMA
  TEATRO
  MUSEUS
  LIVROS
  DISCOS
  OUTROS
  CONCERTOS
  TELEVISÃO
  TURISMO
  OUTROS
Lazer Outros
Renato Seabra acusado da morte de Carlos Castro

Renato Seabra, ao ser acusado pela polícia de Nova Iorque de homicídio em segundo grau, incorre, segundo a legislação daquele estado, numa pena que vai de 25 anos a prisão perpétua.
É-lhe permitido o pedido de liberdade condicional ao fim dos 25 anos que, no caso de não ser concedido, pode ser renovado de dois em dois anos.

Foi o detective Cavatalo, da polícia de Nova Iorque, que disse à Lusa que "a acusação é de homicídio em segundo grau", não adiantando se o jovem tinha confessado o crime e qual o tipo de assistência jurídica que lhe estava a ser prestada. 

Renato Seabra estava com Carlos Castro em Nova Iorque, tendo sido visto do hotel onde o colunista social de 65 anos foi encontrado morto.

Mais tarde, a polícia encontrou-o num hospital da cidade, onde se terá deslocado para ser tratado a ferimentos e de onde foi conduzido á unidade psiquiátrica de outro hospital para uma avaliação clínica.

A mãe do jovem já está em Nova Iorque para acompanhar o caso do filho.

Segundo o relatório da autópsia Carlos Castro pereceu devido a lesões causadas por agressões violentas na cabeça e a estrangulamento.

Por outro lado, Carlos Castro, na sua autobiografia "Solidão Povoada", publicado pela Livros d'Hoje em 2007,  demonstrava vontade de que a s sua cinzas ficassem em Nova Iorque pelo que tal facto vai ser usado pela família do jornalista, junto das autoridades norte-americanas, de que era essa a sua vontade.

A ILGA Portugal afirmou que foi com "pesar e consternação" que teve conhecimento da morte do colunista Carlos Castro, "uma das primeiras figuras públicas portuguesas a assumir a sua homossexualidade".

Em comunicado, a ILGA - Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Trangénico lembra Carlos Castro como uma pessoa que "dedicou parte da sua vida pública a causas fundamentais como o combate ao VIH/SIDA".

"Transmitimos neste momento difícil as nossas condolências a familiares e amigos", conclui a nota da ILGA Portugal, que na cerimónia de entrega dos Prémios Arco-Íris,no cinema São Jorge, em Lisboa, dia 10 à noite fez fará um minuto de silêncio pela memória de Carlos Castro.




Zita Ferreira Braga



< Voltar

Registo

Actualidade
A nova introspecção de Jorge Molder

Foi na tarde de ontem, 05 de Dezembro, inaugurada “A Escala de Mohs”, a mais recente exposição fotográfica do artista plástico português.
Nelson Mandela morreu aos 95 anos na sua casa

Após vários meses em estado critico, Nelson Mandela, o mais emblemático resistente contra o Apartheid, morreu.
Não perca as grandes oportunidades do StockMarket

Está de regresso o Stockmarket, com os seus grandes descontos e oportunidades únicas para fazer um bom e sortido shopping.

 

Últimas notícias
RTP estreia "Os Filhos do Rock" retratando a década de 80
2013-12-08
Morreu Edouard Molinaro
2013-12-08
Júlio Resende encantou ao piano com temas de Amália Rodrigues
2013-12-08
 

 
© JORNAL HARDMUSICA. Todos os direitos reservados.
powered by Codezone