Início
Quarta, 19 Dezembro 2018
PESQUISAR
  CINEMA
  TEATRO
  MUSEUS
  LIVROS
  DISCOS
  OUTROS
  CONCERTOS
  TELEVISÃO
  TURISMO
  OUTROS
Cinema
Tobis Portuguesa é viável mas vive dificuldades - accionistas

Estas declarações foram prestadas à Lusa no final da assembleia-geral de accionistas, que decorreu nos Laboratórios da Tobis, em Lisboa, por dois dos participantes.
Os accionistas António da Cunha Telles, da Filmes de Fundo, e Ana Costa, da Cinemate, afirmaram que na reunião foi considerado que a Tobis Portuguesa é viável.
Em representação do Estado, o accionista maioritário, esteve o director do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), José Pedro Ribeiro, que se escusou a prestar declarações.
Todavia, José Pedro Ribeiro, dia 24 de Junho, quando foi ouvido na Comissão parlamentar de Ética, Sociedade e Cultura, na qual anunciou a privatização da empresa, admitiu que a empresa tinha “viabilidade”.
“É uma empresa que tem património que lhe permite reestruturar-se e encontrar o seu lugar no mercado. Tenho recebido vários contactos no sentido de que estarão potencialmente interessados em adquirir a participação. Conheço o mercado e reconheço que há potencialidades”, disse na altura.
O Estado detém 96,4% do capital social da Tobis Portuguesa que chegou a ser uma das mais importantes produtoras de cinema em Portugal e que actualmente presta serviços na área da pós-produção de cinema em som e imagem, como a revelação de película.
Segundo dados facultados por José Pedro Ribeiro, também no dia 24, na Comissão Parlamentar, o ano passado os resultados líquidos operacionais da Tobis foram de 1,5 milhões de euros enquanto o passivo ascendeu a 5,6 milhões.
Hoje, no final da assembleia de accionistas, António Cunha Telles acrescentou que a Tobis Portuguesa SA vive uma situação “complexa” devido aos equipamentos "obsoletos" que detém e “à grande mutação das tecnologias cinematográficas registadas nos últimos anos”.
“Apesar disso, acho que a empresa é viável”, sublinhou, acrescentando ser necessário investir em equipamentos novos.
Já Ana Costa, representante da Cinemate, acrescentou que o accionista Estado se comprometeu hoje perante os restantes a “accionar os mecanismos necessários para que a Tobis consiga cobrar as dívidas, que rondam os três milhões de euros”.
“Só o Paulo Branco, de acordo com o relatório e contas de 2009, deve 1,4 milhões de euros", referiu.
Segundo Ana Costa, as dificuldades financeiras que a Tobis atravessa têm também a ver com a paralisação do Fundo de Investimento para o Cinema e Audiovisual (FICA), que suspendeu o pagamento do financiamento a algumas produções o que fez também com que a facturação da Tobis diminuísse.
Segundo esta accionista da Tobis, a situação financeira da empresa, que já apresentava prejuízo em 2009, agravou-se no primeiro semestre deste ano.
Fundada há 78 anos, a Tobis conta actualmente com 66 trabalhadores, um terço dos quais com mais de 20 anos de vínculo contratual com a empresa.
A Lusa contactou alguns trabalhadores que aguardavam o decorrer da assembleia de accionistas que afirmaram não ter recebido ainda o salário de Junho.
Segundo os trabalhadores, os salários eram habitualmente pagos no dia 25, não o foram e hoje ainda não estavam a pagamento sem que a administração os tenha informado sobre o que se passa.
Questionada pela Lusa sobre esta situação, Ana Costa disse ter levantado este problema na assembleia de accionistas tendo sido informada que o problema vai ser tratado entre o conselho de administração da Tobis e os trabalhadores.
(ES)







< Voltar

Registo

Actualidade
A nova introspecção de Jorge Molder

Foi na tarde de ontem, 05 de Dezembro, inaugurada “A Escala de Mohs”, a mais recente exposição fotográfica do artista plástico português.
Nelson Mandela morreu aos 95 anos na sua casa

Após vários meses em estado critico, Nelson Mandela, o mais emblemático resistente contra o Apartheid, morreu.
Não perca as grandes oportunidades do StockMarket

Está de regresso o Stockmarket, com os seus grandes descontos e oportunidades únicas para fazer um bom e sortido shopping.

 

Últimas notícias
RTP estreia "Os Filhos do Rock" retratando a década de 80
2013-12-08
Morreu Edouard Molinaro
2013-12-08
Júlio Resende encantou ao piano com temas de Amália Rodrigues
2013-12-08
 

 
© JORNAL HARDMUSICA. Todos os direitos reservados.
powered by Codezone