Início
Domingo, 18 Novembro 2018
PESQUISAR
  CINEMA
  TEATRO
  MUSEUS
  LIVROS
  DISCOS
  OUTROS
  CONCERTOS
  TELEVISÃO
  TURISMO
  OUTROS
Concertos
Semanas de Música no Estoril 2009 continuam!

Dia 28, pelas 21:30, no Centro Cultural de Cascais, terá lugar o concerto do Trio Pangea, agrupamento que se tem dedicado a um reportório diverso, que inclui desde os grandes clássicos a primeiras audições e obras menos conhecidas do público, procurando sempre explorar as múltiplas possibilidades de combinação entre os três instrumentos - piano, violino e violoncelo.
Com países de origem distintos, os três músicos já tocaram juntos e individualmente em numerosas salas e festivais em França, Portugal, Espanha e Bélgica.
Actualmente, um dos projectos do Trio é a gravação das obras de reportório português para trio, com o apoio da Antena 2.
Apresentam-se agora pela primeira vez no Festival do Estoril para um concerto onde interpretarão peças de Hieaux e Colla (em estreia nacional), Fauré e Schostakovich.
 
Na quarta-feira, dia 29, pelas 21:30, o Centro Cultural de Cascais recebe Xuefei Yang, aclamada guitarrista da nova geração chinesa, cujo talento tem sido reconhecido pela crítica e pelo público.
Com uma carreira artística que já a levou tanto às mais prestigiadas salas de concertos como aos estúdios de televisão de diversos países, Xuefei Yang apresenta no Festival um vislumbre do seu extenso reportório.
De Bach a Tárrega, passando pela estreia nacional de peças de Wang Hurian e Goss, este concerto é um momento importante do diálogo intercultural que as Semanas pretendem promover.
 
Já na quinta-feira, será a vez do Quarteto Diotima, formação composta por premiados dos conservatórios de Paris e Lyon, pela primeira vez no Festival do Estoril.
O nome do Quarteto presta homenagem ao quarteto de Luigi Nono, "Fragmente Stille, on Diotima", afirmando assim o seu compromisso com a música do nosso tempo, que pretendem apresentar, sempre que possível, no contexto do reportório clássico e romântico do quarteto de cordas.
Desde a sua criação o Quarteto Diotima tem tocado em vários festivais e importantes salas por toda a Europa, além de digressões pelo Japão, EUA e América do Sul.
Em 2007 foram convidados pela Casa da Música, onde deram masterclasses de música de câmara.
O Quarteto Diotima actua no dia 30, pelas 21:30, no Centro Cultural de Cascais.
No dia anterior, pelas 18:00, o público terá oportunidade de conversar directamente com os músicos, que serão os convidados da última Tertúlia do Hotel Palácio.
 
No dia 31, pelas 21:30, na Sala Atlântico do Hotel Palácio, sobe ao palco o saxofonista Richard Ducros, acompanhado por Christia Hudziy no piano, para Uma soirée com Música de Salão.
Depois da apresentação da edição do ano passado, onde interpretou um reportório complexíssimo de música contemporânea, Richard Ducros está de regresso ao Festival do Estoril para um concerto diferente daquilo a que nos tem habituado.
Afinal, Ducros também toca valsas e é uma selecção variada delas, na sua maioria em estreia nacional, que nos apresenta neste concerto.
Discípulo e parceiro de Christian Lauba, Ducros junta-se ainda ao compositor para uma masterclass de saxofone, de 28 a 30 de Julho, no Conservatório de Música de Cascais, assinalando o final da 46ª edição dos Cursos Internacionais de Música do Estoril.
 
A encerrar o Festival, no dia 1 de Agosto, pelas 21:30, no Centro Cultural de Cascais, a OrchestrUtopica, sob a direcção o maestro Pedro Pinto Figueiredo, apresenta um concerto com diversas primeiras audições nacinais, entre as quais, Magma, de Emilio Calandin, e Ce que la chenille appelle la mort, de Jean-Philipe Bec.
Poderemos ainda escutar Le feu qui dort, de Miguel Azguime, entre outras obras a anunciar.
 
 
Projecto Mare Nostrum - 8º Encontro Nova Geração de Compositores do Mediterrâneo
 
De 28 de Julho a 1 de Agosto, acontece no Hotel Estoril Eden o 8º Encontro Nova Geração de Compositores do Mediterrâneo, um espaço de discussão e criação que reúne compositores das mais variadas origens.
Foi a partir da 1ª edição deste Encontro que, em 2001, surgiu o Projecto Mare Nostrum, tema transversal da programação do Festival do Estoril desde então. O objectivo é celebrar intérpretes e compositores que reconhecem a importância de uma tradição cultural comum, que se disseminou a partir do Mediterrâneo, mas, longe de uma atitude reverencial, permitem que ela seja contaminada pelo fluxo das ideias e do diálogo, conduzindo à inovação que naturalmente decorre da experiência artística.
Nesta 8ª edição participam Özge-Gülbey (Turquia), José Manuel López López (Espanha), Alberto Colla (Itália), Jean-Philipe Bec (França), Jonghee Kang (Coreia do Sul) e Luís Tinoco (Portugal).

Organização: Associação Internacional de Música da Costa do Estoril (AIMCE)
 
Direcção Artística / Programação: Piñeiro Nagy
(fonte organização)




Zita Ferreira Braga



< Voltar

Registo

Actualidade
A nova introspecção de Jorge Molder

Foi na tarde de ontem, 05 de Dezembro, inaugurada “A Escala de Mohs”, a mais recente exposição fotográfica do artista plástico português.
Nelson Mandela morreu aos 95 anos na sua casa

Após vários meses em estado critico, Nelson Mandela, o mais emblemático resistente contra o Apartheid, morreu.
Não perca as grandes oportunidades do StockMarket

Está de regresso o Stockmarket, com os seus grandes descontos e oportunidades únicas para fazer um bom e sortido shopping.

 

Últimas notícias
RTP estreia "Os Filhos do Rock" retratando a década de 80
2013-12-08
Morreu Edouard Molinaro
2013-12-08
Júlio Resende encantou ao piano com temas de Amália Rodrigues
2013-12-08
 

 
© JORNAL HARDMUSICA. Todos os direitos reservados.
powered by Codezone