Início
Domingo, 28 Maio 2017
PESQUISAR
  CINEMA
  TEATRO
  MUSEUS
  LIVROS
  DISCOS
  OUTROS
  CONCERTOS
  TELEVISÃO
  TURISMO
  OUTROS
Concertos
São Carlos ouviu e aplaudiu, emocionado, Elisabete Matos

Visivelmente emocionada Elisabete Matos terminou o concerto comemorativo de 25 anos de percurso musical, recheado de sucessos, com um tema que dedicou a quem deve tudo aquilo que é hoje.

A Gala Comemorativa dos 25 anos de carreira de Elisabete Matos contou com a participação de vários cantores líricos, com a Orquestra Sinfónica Portuguesa, o Coro do Teatro Nacional de São Carlos e o Coro Juvenil de Lisboa. A direcção musical foi de Miquel Ortega.

O concerto iniciou-se a Abertura de “Le Cid” de Massenet numa interpretação da orquestra Sinfónica que prenunciou a excelência de espectáculo que se adivinhava.

Seguiram-se alguns quadros da ópera nas vozes de Elisabete Matos, Dora Rodrigues e Aquiles Machado.

Verdi chegou com a sua orquestração exuberante e magnífica com algumas cenas de “Macbeth” e uma interpretação excelente de Elisabete Matos em Lady Macbeth, Juan Pons em Macbeth e Carlos Guilherme em Macduff.

Depois de um curto intervalo passámos a outro compositor que prima pelas sonoridades maviosas, e melodias de grande suavidade, Puccini.
E de Puccini ouvimos duas árias de “La Fanciulla del West” e quatro de Turandot, terminando o concerto com a célebre “Nessun Dorma” excelentemente interpretada por Aquiles Machado.

Neste concerto, para além da excelente música com uma interpretação admiravel de todos os intervenientes, orquestra, coros, cantores, foi muito gratificante ver um São Carlos completamente cheio, de pé a saudar uma cantora lírica portuguesa, que por acaso ou talvez não, vive em Madrid.

Tivemos em palco uma orquestra portuguesa, dois grupos corais portugueses, e cantores portugueses que disseram bem da qualidade de arte lírica que pratica no nosso país.

Será um concerto que dificilmente esqueceremos pela excelente qualidade artística que nos ofereceu.




Zita Ferreira Braga



< Voltar

Registo

Actualidade
A nova introspecção de Jorge Molder

Foi na tarde de ontem, 05 de Dezembro, inaugurada “A Escala de Mohs”, a mais recente exposição fotográfica do artista plástico português.
Nelson Mandela morreu aos 95 anos na sua casa

Após vários meses em estado critico, Nelson Mandela, o mais emblemático resistente contra o Apartheid, morreu.
Não perca as grandes oportunidades do StockMarket

Está de regresso o Stockmarket, com os seus grandes descontos e oportunidades únicas para fazer um bom e sortido shopping.

 

Últimas notícias
RTP estreia "Os Filhos do Rock" retratando a década de 80
2013-12-08
Morreu Edouard Molinaro
2013-12-08
Júlio Resende encantou ao piano com temas de Amália Rodrigues
2013-12-08
 

 
© JORNAL HARDMUSICA. Todos os direitos reservados.
powered by Codezone