Início
Quarta, 19 Junho 2019
PESQUISAR
  CINEMA
  TEATRO
  MUSEUS
  LIVROS
  DISCOS
  OUTROS
  CONCERTOS
  TELEVISÃO
  TURISMO
  OUTROS
Cultura Outros
Paulo de Carvalho recebe Medalha de Mérito na Câmara Municipal de Lisboa

Paulo de Carvalho foi, esta segunda-feira, 17 de Setembro, homenageado, na Câmara Municipal de Lisboa com a medalha de mérito pelos seus 50 anos de carreira, numa cerimónia que se iniciou pelas 18:30 da tarde.

Na cerimónia estiveram presentes amigos íntimos do cantor e compositor, como os seus filhos, Paulo Nuno, Mafalda Sachetti, Bernardo, (aka Agir), a cantora Rita Guerra, Camané, António Manuel Ribeiro (vocalista dos UHF), entre outros.

O presidente da Sociedade Portuguesa de Autores, José Jorge Letria, no seu discurso que abriu a sessão, teceu inúmeros elogios a Paulo de Carvalho, cuja “lucidez e síntese” dão-lhe a virtude de dizer “com poucas palavras, aquilo que era necessário dizer”.

Paulo de Carvalho recebe esta distinção da Câmara Municipal de Lisboa, depois de ter sido galardoado com a medalha de honra da Sociedade Portuguesa de Autores há poucos meses atrás.

A entrega da medalha de mérito ao homenageado coube ao presidente da Câmara, António Costa.

Paulo de Carvalho no seu discurso de agradecimento, falou da sua infância e vivência na cidade de Lisboa, primeiro na freguesia de São Cristóvão, e depois em Alvalade, onde ainda vai frequentemente. E congratulou-se por uma cidade cada vez mais multicultural, marcada por diferentes raças, religiões e culturas.
Falou a propósito disso, de um dos seus mais recentes álbuns “Duetos de Lisboa”, em que colabora com várias pessoas de diferentes nacionalidades, do Brasil, a Cuba, ao continente africano.
Encerrou o seu discurso dizendo “A partir de agora em cada homenagem que nos vão fazendo, acresce o nosso nível de responsabilidade, e é por aí que eu vou”.

António Costa encerrou a cerimónia, manifestando o seu profundo contentamento por ter tido a oportunidade de entregar a medalha a Paulo de Carvalho que “terá sido das pessoas que mais contribuiu para a canção e música portuguesa”. A título pessoal, brincou ainda com a história da sua infância, dizendo que Paulo de Carvalho foi a primeira figura pública com quem se tinha cruzado apenas com quatro ou cinco anos, no café Alfredo em Albufeira, a beber chá.
Em tom de finalização do seu discurso e da cerimónia, António Costa desejou a Paulo de Carvalho ainda mais 50 anos de carreira a produzir temas portugueses tão eternos como “Depois do Adeus”, “Nini”, “Os Putos”, “Lisboa, menina e moça”, ou “Meninos de Huambo”.

Mafalda Jacinto








< Voltar

Registo

Actualidade
A nova introspecção de Jorge Molder

Foi na tarde de ontem, 05 de Dezembro, inaugurada “A Escala de Mohs”, a mais recente exposição fotográfica do artista plástico português.
Nelson Mandela morreu aos 95 anos na sua casa

Após vários meses em estado critico, Nelson Mandela, o mais emblemático resistente contra o Apartheid, morreu.
Não perca as grandes oportunidades do StockMarket

Está de regresso o Stockmarket, com os seus grandes descontos e oportunidades únicas para fazer um bom e sortido shopping.

 

Últimas notícias
RTP estreia "Os Filhos do Rock" retratando a década de 80
2013-12-08
Morreu Edouard Molinaro
2013-12-08
Júlio Resende encantou ao piano com temas de Amália Rodrigues
2013-12-08
 

 
© JORNAL HARDMUSICA. Todos os direitos reservados.
powered by Codezone