Início
Sexta, 19 Janeiro 2018
PESQUISAR
  CINEMA
  TEATRO
  MUSEUS
  LIVROS
  DISCOS
  OUTROS
  CONCERTOS
  TELEVISÃO
  TURISMO
  OUTROS
Concertos
Terceira edição de “Junta-te ao Jazz Benfica” abre e fecha em força

A terceira edição do festival “Junta-te ao Jazz Benfica” teve, como em anos anteriores, um cartaz carregado de grandes nomes portugueses do jazz.

No palco do auditório Carlos Paredes cantou-se em português, inglês e brasileiro.
O festival decorreu no último fim de semana de Abril, durante os dias 27, 28 e 29.
No primeiro dia do festival, Maria Anandon deu um poderoso concerto, onde o baterista Marcelo Araújo e o pianista Vítor Zamora (ambos membros da banda de Paulo de Carvalho) tiveram direito a grandes solos que deixaram a plateia extasiada.
O auditório não encheu, o que não impediu o entusiasmo de se espalhar por entre os presentes.
Com uma grande banda em pano de fundo, Maria Anandon cantou de tudo um pouco, passando pela música brasileira e como não podia deixar de ser num festival de jazz, também passou pelas baladas e ritmos mais mexidos, directamente vindos de Nova Orleans, capital do jazz.

O segundo dia foi pautado pela presença de Jacinta, conhecida internacionalmente pelo seu timbre e voz aveludados. Gravou músicas em Nova Iorque e com músicos de todo o mundo, incluindo sul coreanos, norte-americanos, ingleses e alemães.
O “furacão português” do jazz passou também por conhecidas baladas de jazz, acompanhada apenas por piano.
Nesta terceira edição do festival, escolheu tocar algumas faixas do seu mais recente disco, “Recycle Swings – Jazz Standards”. Este segundo dia teve direito a casa (quase) cheia e muitos aplausos por parte do público.

Domingo revelou um auditório novamente mais vazio, mas isso não coibiu os Yemmandala.
Este projecto começou pelas mãos de Mariana Zenha e Mercês Figueiredo. Enquanto colegas de curso na Escola de Jazz Hot Clube, perceberam que partilhavam a mesma paixão pela música brasileira.
Inicialmente, era Tom Jobim, Chico Buarque e outros conhecidos nomes que interpretavam nas suas actuações, mas depressa se revelaram versadas na arte da composição e criação de novas letras.
Foi nessa mesma linha que lançaram o seu primeiro disco em 2010, de nome "Homónimo".
Com a participação sonora de um berimbau, uma flauta artesanal, bateria, contra-baixo, saxofone, viola e clarinete, os Yemmandala levaram a plateia ao rubro, ao tocarem originais seus em brasileiro.

Se nos dias anteriores o festival tinha sido pautado pelos ritmos de jazz de Nova Orleães, domingo foi a vez da bossa nova se fazer valer em Benfica.
Perto das 23:00 de Domingo, foram os Rat Swinger que subiram ao palco. A plateia do auditório Carlos Paredes deixou-se contagiar pelos ritmos sexys e misteriosos das músicas do trio de cordas. João Leitão, João San Payo e Ian Mucznik fizeram as delícias da casa com um concerto acústico a fazer lembrar o swing dos anos 20 e 30 nos Estados Unidos.

O Pelouro da Cultura da Junta de Freguesia de Benfica já trouxe ao Festival Maria João, Sendai ou o Quarteto Paulo Pimentel.
É já a terceira edição e o cartaz não deixa de melhorar.

Leonor Machado








< Voltar

Registo

Actualidade
A nova introspecção de Jorge Molder

Foi na tarde de ontem, 05 de Dezembro, inaugurada “A Escala de Mohs”, a mais recente exposição fotográfica do artista plástico português.
Nelson Mandela morreu aos 95 anos na sua casa

Após vários meses em estado critico, Nelson Mandela, o mais emblemático resistente contra o Apartheid, morreu.
Não perca as grandes oportunidades do StockMarket

Está de regresso o Stockmarket, com os seus grandes descontos e oportunidades únicas para fazer um bom e sortido shopping.

 

Últimas notícias
RTP estreia "Os Filhos do Rock" retratando a década de 80
2013-12-08
Morreu Edouard Molinaro
2013-12-08
Júlio Resende encantou ao piano com temas de Amália Rodrigues
2013-12-08
 

 
© JORNAL HARDMUSICA. Todos os direitos reservados.
powered by Codezone